O 1º Mandamento

Êxodo 20.1-17

O 1º Mandamento

Introdução

Lembre-se de que o Decálogo está dividido em duas partes. Os quatro primeiros mandamentos tratam dos deveres para com Deus e os seis restantes tratam dos deveres entre os homens. Estas leis são introduzidas mediante a lembrança das bênçãos da redenção divina sobre a nação (Êxodo 20:1-2). Isto era para lembrá-los da dívida que tinham com Deus e do Seu amor para com eles. Os homens facilmente se esquecem que a lei de Deus não é o fruto de um ato egoísta de um tirano, mas são os preceitos de alguém que tem em mente o nosso melhor interesse. Veja como isto é enfatizado em Deuteronômio 6:3-15.

Embora nós, sendo cristãos, não estejamos debaixo da Velha Aliança, devemos nos lembrar, que como povo da Nova Aliança, temos a lei inscrita em nossos corações (Hebreus 10:16). Ao ler o Novo Testamento, qualquer pessoa pode notar quantas vezes a lei moral de Deus é mencionada. Estas leis não foram dadas como um meio de salvação, mas como um padrão de conduta e demonstram a natureza justa do caráter de Deus (Efésios 4:28; 6:1-3; I João 5:21).

O Primeiro Mandamento – Êxodo 20:3

I. O que esta Lei Proíbe

A. A adoração de falsos deuses.

Alguém disse que “Deus criou o homem a sua imagem e o homem retribuiu o favor”. Esta declaração, ainda que irreverente, indica uma grande verdade. Os homens estão sempre ocupados na criação de novos deuses. Na maioria das vezes isso envolve a reformulação de seus conceitos a respeito do verdadeiro Deus. Isto é o causado pela inimizade natural do homem contra Deus (Romanos 1:23). Até mesmo o povo de Deus é alertado contra este perigo (Deuteronômio 6:14-15).

Falsos deuses são criados de diversas maneiras.

1. A criação e adoração de ídolos.

2. A criação de uma teologia que retém o nome de Deus e ainda redefine Sua natureza e atributos. Considere aquelas heresias que falam de Deus mas negam Sua tri-unidade, santidade, poder ou soberania. Todo grupo que nega a deidade de Jesus Cristo está adorando um deus falso. Muitos que falam de “Jesus” ou o “Espírito” estão, na verdade, se referindo a criações de suas próprias mentes (II Coríntios 11:4).

3. Os homens fazem deuses falsos quando colocam algo entre o homem e Deus. Mesmo os pagãos mais inteligentes reconhecem seus muitos deuses como sendo intermediários entre eles e o criador. Os homens cristianizam este paganismo quando rezam para os santos, Maria ou os anjos. Pior ainda é a adoração dirigida a meros homens (Atos 10:25-26). Imagine a blasfêmia de chamar um mero mortal de “cabeça da igreja”. Este título pertence somente a Cristo (Colossenses 1:18).

B. Fazer de qualquer coisa, exceto Deus, objeto de supremo respeito, ainda que o homem deteste a idolatria aberta, é falhar em dar à Deus o Seu justo lugar. Note as coisas que os homens colocam à frente de Deus, quebrando assim o primeiro mandamento:

1. O eu – Mateus 16:24

2. Possessões – Colossenses 3:5

3. Prazeres – Filipenses 3:19

4. Família – Mateus 10:37

II. O que Manda a Lei

Lembre-se que quando a lei de Deus é dada de forma negativa, as coisas positivas estão implícitas. Se nada deve ser colocado à frente de Deus, então Deus é que deve receber adoração e honra. Isto é feito nas seguintes maneiras:

A. Deus deve ser adorado. Este dever envolve:

1. Amar a Deus – Mateus 22:37-38

2. Lembrar-se de Deus – Malaquias 3:16, Salmo 63:6

3. Recordar-se de Deus – Eclesiastes 12:1

4. Estimar ou Apreciar a Deus – Salmo 71:19

5. Deleitar-se em Deus – Salmo 37:4

B. Somente Deus deve ser objeto de nossa confiança – Jeremias 17:5-8

C. Somente à Deus é que nossas orações devem ser dirigidas – Mateus 6:9

D. Deus deve ser louvado – Salmo 100

E. Deus deve ser agradecido – Tiago 1:17

III. Como esta Lei Convence o Perdido – Romanos 3:20

O homem freqüentemente se orgulha da sua própria bondade por cumprir externamente alguns deveres morais. Esta lei revela o que Deus verdadeiramente exige. O homem por natureza não tem amor, e, menos ainda, um supremo amor à Deus. Até mesmo a adoração do não salvo é somente uma tentativa de manter Deus o mais longe possível. Qualquer um que honestamente considere o alvo real do primeiro mandamento enxergará a necessidade de um Salvador.

IV. Como esta Lei Guia os Santos

Como cristãos, devemos constantemente relembrar que Cristo deve ocupar o primeiro lugar de nossas vidas (Mateus 10:37; Filipenses 1:21).

Fonte: Cd de estudos Bíblicos www.obreiroaprovado.com                                                               

Adaptação Pr. Adelcio Ferreira

Imprimir Artigo PDF

Enviar comentário

voltar para Estudos

left|left tsN fwB|left show fwR|c10|||login news c10 c05 fwR tsY b01 b02 bsd|b01 c05 normalcase uppercase bsd|b01 normalcase fwR c10 tsY bsd|login news c05 b01 normalcase uppercase bsd|c05 tsN normalcase b01 b02 uppercase bsd|b01 c05 normalcase uppercase tsY bsd|content-inner||