O 7º Mandamento

O 7º Mandamento / Êxodo 20.1-17

Introdução

Quando a lei de Deus é esquecida a impureza sexual vai se impregnando na sociedade. Até mesmo o povo de Deus necessita exercitar constante vigilância para pensar e agir de maneira pura.

O Foco do Sétimo Mandamento – Êxodo 20:14

Nós temos frequentemente notado que os Dez Mandamentos foram escritos utilizando-se o artifício literário conhecido como “Sinédoque”. Ao entendermos isto percebemos que o sétimo mandamento cobre todas as formas de impureza sexual. Isto inclui:

A. Fornicação – Isto se refere a qualquer forma de relação sexual ilícita, e pode incluir o adultério também.

B. Adultério – É a infidelidade sexual cometida contra o cônjuge.

C. Divórcio e novo casamento feitos sem base bíblica (Mateus 19:9).

D. Perversão Sexual (Levítico 18:22-25, Romanos 1:24-28, I Coríntios 6:9).

E. Incesto (Levítico 18:1-19, I Coríntios 5:1, Marcos 6:18).

F. Pensamentos impuros (Mateus 5:27-28).

G. Qualquer coisa que encoraje ou leve a impureza.

Nós já observamos que cada mandamento trata com uma classe particular de pecado. Com frequência a forma mais séria do pecado é mencionada em cada categoria. Em isto sendo assim, alguém poderia imaginar porque o sétimo mandamento menciona o adultério ao invés de outras formas mais chocantes de perversão.

Isto fica entendido quando nos lembramos que o propósito do sétimo mandamento é proteger a família e a instituição do casamento. Deus mesmo criou e autorizou o casamento para o bem estar da humanidade (Gênesis 2:21-25). Não é a AIDS, mas sim a destruição da família que é o efeito mais nocivo da imoralidade.

I. As Perdas Causadas pela Impureza Sexual

A. Casamentos - O adultério e outras formas de impureza são é uma violência cometida contra os lares. Note como o divórcio, coabitações ilícitas e agora o casamento entre pessoas do “mesmo sexo” têm feito na sociedade. Lares fortes agora é uma exceção, desde que a assim chamada “revolução sexual” começou.

B. Crianças – Como Deus poderia assegurar que cada criança fosse bem-vinda a este mundo e provida de um ambiente amoroso e seguro? Instituindo o casamento e legalizando a união sexual somente entre marido e mulher. Desta maneira as crianças teriam um lar saudável onde os pais participam da sua criação. Para ver as sequelas causadas pela promiscuidade sexual é só olharmos ao nosso redor. Divórcio, ilegitimidade, lares com pais solteiros, abuso e aborto são os muitos efeitos de nosso estilo de vida permissivo. É triste ver as miseráveis conseqüências que a luxúria tem trazido às crianças.

C. Amor Romântico - A promiscuidade não é um aliado, mas um inimigo do verdadeiro amor. Um compromisso permanente se torna cada vez mais raro na medida em que a sociedade se torna leviana. Estudos têm mostrado que os casais que coabitam antes do casamento têm uma média baixa de sucesso mesmo quando chegam a se casar.

D. Saúde Física – Em todas as épocas a doença tem sido uma praga nas sociedades onde as leis de Deus sobre o casamento são desobedecidas (Provérbios 5:3-12).

E. A Honra de Deus – Imoralidade gera desobediência e desonra a Deus.

1. É uma rebelião contra Deus Pai que deu a lei.

2. É um mau uso do corpo, que no caso dos cristãos, pertence a Cristo (I Coríntios 6:15-18).

3. É um ato com qual o povo cristão contamina o Templo de Deus (I Coríntios 6:19-20).

F. Nossas Almas – Todo pecado, aparte da redenção através de Cristo, leva a condenação. Todos cujas vidas são caracterizadas pela impureza irrestrita, dão a evidência de que não tiveram um novo nascimento (Hebreus 13:4, Provérbios 6:32, I Coríntios 6:9-10). Cristãos verdadeiros podem cair neste pecado sexual, mas aqueles verdadeiramente convertidos virão a se arrepender. O Salmo de Davi de arrependimento após o seu pecado com Batseba é um exemplo disso (Salmo 51).

II. Os Caminhos da Impureza Sexual – II Timóteo 2:22, Romanos 13:14

Os Dez Mandamentos não somente proíbem o pecado, mas aquilo que conduz para isso. Aqueles que desejam evitar a imoralidade devem evitar os caminhos que conduzem a ela.

A. Pensamentos Maus – Mateus 5:28

B. Olhar Impuro - Mateus 5:28

C. Falha em evitar situações onde a tentação ou o perigo de transigência está presente. Não devemos brincar com as tentações. José nos deu um maravilhoso exemplo de como fugir das tentações (Gênesis 39:7-12).

D. Flertes – Muitos dos adultérios ocorrem quando um homem e uma mulher permitem que o flerte se desenvolva em paixão. Em nossos dias, onde ambos os sexos estão presentes no local de trabalho, isto é um problema real. Nossos corações devem ser guardados (Provérbios 4:23) e nossas mentes fixas em nosso cônjuge (Provérbios 5:18).

E. Literatura e Entretenimento Imoral (Filipenses 4:8).

F. Vestimenta Escandalosa (I Timóteo 2:8-10, Provérbios 7:10) – Não há desculpas para a vestimenta sexualmente atrativa. A mulher é responsável pela influência que exerce. Nós todos somos “guardadores de nosso irmão”.

G. Casamentos Fracos – O objetivo do casamento é o relacionamento mutuamente amoroso e gratificante (I Coríntios 7:1-3, Provérbios 5:15 e 18).

H. Más Companhias – II Samuel 13:1-15

I. Embriaguez – Provérbios 23:29-33, Habacuque 2:15

III. O Valor da Lei

A. Ao contrário do ponto de vista dos tolos, esta lei é um grande protetor da família e da felicidade humana.

B. Esta lei como as outras revelam a nossa necessidade de Cristo. Quem pode alegar inocência à vista de Deus (Romanos 3:20). A penalidade é o inferno, mas os que creem encontram o perdão através de Jesus Cristo (João 8:1-11).                  

                             

Adaptação Pr. Adelcio Ferreira

Fonte: Cd de estudos Bíblicos www.obreiroaprovado.com

                                           

Imprimir Artigo PDF

Enviar comentário

voltar para Estudos

left|left tsN fwB|left show fwR|c10|||login news c10 c05 fwR tsY b01 b02 bsd|b01 c05 normalcase uppercase bsd|b01 normalcase fwR c10 tsY bsd|login news c05 b01 normalcase uppercase bsd|c05 tsN normalcase b01 b02 uppercase bsd|b01 c05 normalcase uppercase tsY bsd|content-inner||